Sexta-feira, 26 de Agosto de 2005

Montemor-o-Novo

Nova imagem 3.png


Montemor-o-Novo.jpg


Entre Lisboa e Espanha, nó central dos eixos viários que ligam o centro e o sul do país, Montemor-o-Novo é uma das terras mais atravessadas e menos conhecidas de Portugal. É tempo de a descobrir: a cidade insuspeita que se esconde para lá da avenida dos cafés e restaurantes e, também, a beleza do campo que a envolve, complementa e estende.


Montemor não surpreende apenas pelo inesperado. O seu encanto nasce da simplicidade com que o presente se sente, da força do passado que evoca, da imaginação que estimula ao primeira olhar.


Montemor marca-a a força ancestral das ordens religiosas e da nobreza agrária, expressa em belas casas senhoriais setecentistas, em múltiplos conventos (alguns restaurados para novas funções), em igrejas que associam portais manuelinos, ricos altares barrocos e inesquecíveis frescos e azulejos. A memória destes tempos convive serenamente com o presente e integra-se nele como as casas humildes de quem teve destino mais constante.


A Cidade de Montemor-o-Novo foi berço de São João de Deus, nascido em 1495 e fundador da Ordem dos Irmãos Hospitaleiros, que desde então prosseguiu a obra de cuidar dos doentes e dos mais necessitados.


O nome do santo foi dado ao largo onde se ergue a Igreja Matriz, do século XVII, que contém a pia baptismal onde João de Deus foi baptizado. www.sca.org.br/biografias/JoaodeDeus.pdf


File0317.jpg


File0318.jpg


 Ruteiro Turistico na Cidade



Roteiro Montemor-o-Novo.jpg


1


File0309.jpg


No edifício, antigo Convento de S. João de Deus, a porta à esquerda dá acesso à Biblioteca Municipal. Arquivo Histórico e Galeria Municipal; à direita, encontra-se a entrada para a Cripta de S. João de Deus e Igreja Matriz (sécs. XVII-XVIII). Na Cripta, inteiramente renovada, informe-se sobre a devoção de Montemor ao Santo que aqui nasceu. Na igreja concentre-se na extraordinária beleza do fresco original que recobre a abóbada da nave.


File0312.jpg


No Terreiro de S. João de Deus, pontifica a estátua do Santo e a fachada da Igreja Matriz. Em frente, o magnífico portal da Igreja da Misericórdia


2


File0320.jpg


Igreja da Misericórdia, aqui, para além da abóbada polinervada, semelhante à da Ermida de Nossa Senhora da Visitação, de curiosos retábulos seiscentistas nos altares colaterais, da Sala do Despacho e de um órgão de séc. XVIII saído das mãos do mestre italiano D. Pascoal Caetano Olduvini. Poderá apreciar uma lindíssima Pietá, excelente obra de quatrocentos em mármore.


 3


File0315.jpg


File0316.jpg


Igreja do Calvário, inteiramente recuperada, guarda da época seiscentista os altares laterais em talha, o camarim e o crucifixo. Neste momento, serve de morada ao Retábulo da ermida de S. Pedro da Ribeira.


4


Convento.jpg


File0321.jpg

Convento de S. Domingo, aloja agora, o Museu Arqueológico, com achados locais e também velhas alfaias agrícolas, e o chafariz da vila, trabalhado como um altar, merece igualmente ser admirado. http://gam.blogs.sapo.pt/arquivo/714892.html


5


File0310.jpg


File0311.jpg


Convento de S. Francisco, teve origem na ermida de Nossa Senhora da Graça, em 1495.


6


CS.jpg

Convento da Saudação(sécs. XVI-XIX), considerado o monumento de maior valor artístico do concelho. Entre no adro do Convento, actualmente objecto de uma intervenção para conservação e, caso possível, veja a Portaria revestida a azulejas datadas de 1651 e espreite os Claustros. Passe sob o arco para o jardim onde se encontram a Igreja de Santiago,

File0306.jpg


File0307.jpg

a Torre da Má Hora ou de Menagem e a Porta do Sol. Do recinto para tiro aos pratos desfruta-se uma soberba panorâmica sobre o sul do concelho.


7


ICastelo.jpg

Explorar o Castelo a seu bel-prazer, Entre pela Porta da Vila, junto à Casa da Guarda e, com o necessário cuidado, suba as escadas de acesso à Torre do Relógio. Deste ponto da muralha tem uma vista única sobre as ruínas do Paço dos Alcaides que serviu de pousada a vários monarcas e onde se reuniram Cortes. http://gam.blogs.sapo.pt/arquivo/746931.html

8 Fonte de Letras</strong>, Galeria de Exposições e café.


9


File0314.jpg


Ermida de St. Pedro da Ribeira</strong>, (séc XVI). Encerra antigas composições murais de grande valor histórico. Destaca-se o magnífico fresco, de estilo gótico, que preenche o espaço fundeio da abside, representando S. Pedro e uma sucessão de cenas da agricultura onde é possível descobrir a estranha figura de um elefante.


10 Parque Urbano e Piscinas


11 Mercado Municipal


12 Câmara Municipal - www.cm-montemornovo.pt


13 Clube de Ténis


14 Posto de Turismo


Montemor-o-Novo é um dos maiores concelhos do país, um importante centro de produção de cortiça, cereais, azeite, gado e vinho, oferece ao visitante um artesanato tradicional de cestaria e trabalhos em couro e pele, além de uma especialidade local, o licor de poejo, planta aromática abundante na zona e muito apreciada na culinária.


Da presença árabe, o nome de um dos últimos príncipes ibéricos, Al-Mansur, é recordado no rio Almançor, que atravessa o concelho.


 


Nossa Senhora da Visitação


 


File0288.jpg


 


File0319.jpg


Nossa Senhora da Conceição


File0287.jpg


File0313.jpg


Sociedade Carlista: http://carlista.blogs.sapo.pt


Carlista 2005-3.jpg


Sociedade Pedrista


File0323.jpg


Grupo União Sport


GUS.jpg


 


Roteiro turistico fora da Cidade


File0308.jpg


Gruta do Escoural.jpg

 

Em Santiago do Escoural, a primeira gruta com pinturas rupestres descoberta em Portugal (em 1963) exibe gravuras e pinturas do Paleolítico Superior.



Ruinas do antigo conveto dos Monges (Serra de Monfurado)



File0289.jpg


File0290.jpg


File0291.jpgFile0292.jpg


Anta do Zambujeiro


File0297.jpg


File0302.jpg


 Almendres (Guadalupe)


File0298.jpg


File0299.jpg


Vale de Maria do Meio (Évora)


File0303.jpg


File0304.jpg


Torre das Águias (Brotas)


File0293.jpgFile0294.jpg


File0295.jpg


Anta da Comenda (S. Geraldo)


File0296.jpg


File0305.jpg


Ermida de São Brissos


File0301.jpg


Património Natural de Montemor-o-Novo


http://arquivonatural.naturlink.pt/


 


Alentejo / Sítios


www.crookscape.org///sitios.html

publicado por GAM às 14:10
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Agenda

. Historial

. Escola de Música

. Das Ruinas ao Convento

. Núcleo Museológico

. Boletim Informativo

. Livraria do Convento

. Montemor-o-Novo

. Castelo de Montemor-o-Nov...

.arquivos

. Julho 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Agosto 2005

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds